Julho Verde | Apoiamos a campanha pela prevenção do câncer de cabeça e pescoço

Você já conhece a campanha Julho Verde? Ela remete à prevenção do câncer de cabeça e pescoço e tem por objetivo conscientizar e alertar a população sobre os sintomas da doença para detectar a mesma precocemente. No Brasil a campanha é organizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) e a data chave é dia 27 de julho, dia mundial do câncer de cabeça e pescoço.

O câncer não pode esperar. A Campanha Julho Verde 2021 chega no momento em que o País enfrenta a 3ª onda de Covid-19. O medo do risco de contágio pelo Coronavírus impactou 43% dos
pacientes em tratamento de câncer, mostra levantamento do Instituto Oncoguia. Para a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP), que há 6 anos encabeça o Julho Verde
no Brasil, o momento é de reforçar as ações.

PREVISÕES PARA 2021

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que, no Brasil, em 2021 ocorrerão 625 mil casos novos de câncer (450 mil, excluindo os casos de câncer de pele não melanoma), que é um dos tipos de câncer de cabeça e pescoço. O câncer de pele não melanoma será o mais incidente (177 mil) e representará 27,1% de todos os casos de câncer em homens e 29,5% em mulheres.

A Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc)-Hospital Santa Rita de Cássia (HSRC) reforça a orientação da SBCCP de que o diagnóstico precoce, somado ao tratamento adequado, aumentam as chances de sobrevida, com melhor qualidade de vida. Fique atento aos sintomas e procure o seu médico.

Principais sintomas
1) Nódulo persistente no pescoço, principalmente quando não desaparece espontaneamente em até 21 dias.
2) Lesão na boca que não cicatriza espontaneamente em até 21 dias.
3) Rouquidão por mais de três semanas, em especial, em fumantes e consumidores frequentes de bebidas alcoólicas.

Principais fatores de risco
1) Tabagismo.
2) Etilismo.
3) Infecção por HPV (Papilomavírus humano, relacionado ao câncer de orofaringe).

Como se prevenir

• Não fumar;
• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
• Ter alimentação rica em frutas, verduras e legumes;
• Manter boa higiene bucal;
• Usar preservativo (camisinha) na prática do sexo oral;
• Manter o peso corporal adequado;
• Recomendar a vacinação do HPV para os meninos de 11 a 14 anos e para meninas de 9 a 14 anos;
• Uso de protetor solar e evitar exposição ao sol prolongada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A contribuição referente ao mês de novembro é de 5%