MUDANÇA DE PLANOS – Placa do Mercosul volta a ser adiada, agora para janeiro de 2020

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) anunciou na última sexta (28) o adiamento das placas do Mercosul. Agora, a nova data estabelecida para que os estados se adequem ao padrão é 31 de janeiro de 2020. Com esse anúncio, já é a sexta vez que os emplacamentos são adiados desde o anúncio oficial.

O prazo anterior venceria neste domingo, dia 30. Segundo o Ministério da Infraestrutura, as regras serão simplificadas com o novo adiamentos, promovendo assim a redução dos custos das novas placas. Além disso, não será necessária a troca de placas em transferências de propriedade, como era exigido anteriormente.

Este novo modelo já está aplicado em cerca de 2 milhões de veículos, pertencentes aos sete estados que o modelo de emplacamento já vigora. São eles Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Porém, na nova resolução, o padrão só será obrigatório ara veículos novos. Isso no caso de veículos em circulação, em mudança de município ou estado, e se as placas forem furtadas ou danificadas.

As novas placas do Mercosul foram anunciadas em 2014 e deveriam vigorar em janeiro de 2016. De lá pra cá foram três adiamentos, além de prazos diferente para cada estado brasileiro. Além disso, o Ministério das Cidades tinha decidido inserir dois elementos no modelo acordado entre os países. Essa ação, no entanto, acabaria fugindo do padrão estabelecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *